sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Amores e Dores


15 de Dezembro de 2012.

O dia do meu sonho de menina se tornar realidade. Um Grand Finale para incansáveis meses de preparação. Aquele dia que mudaria nossa vida. E mudou! Todo dia 15 de Dezembro era dia de comemoração, de programas a dois, de sonhos....
Pensávamos em comemoração, em 2015. Mas, não deu para pensa em outra coisa. O ano iniciou com a minha bela flor, aquela que fez pão com manteiga na chapa, que foi a mãe com açúcar, que me mostrou o que é delicadeza e força em uma única pessoa, voando e nos deixando com a maior saudades do mundo. Perdi minha avó materna. Mas, o ano de 2015 ainda guardava surpresas, e  03 anos após viver meu sonho de menina, perdi aquela que me ensinou o que é vida. Me ensinou princípios éticos, religião e boas maneiras. Me ensinou a engolir o choro, a ser forte e buscar se feliz. Perdi a minha mãe. Sem avisos, sem que houve possibilidade de escolhas, ela se foi e desde então o dia 15 se tornou uma data com sentimentos que não consigo definir.

Imagem do Google
A vida, ainda assim, me ensinava o significado de ser forte. Quando após tentativas por alguns meses me descubro grávida.  A vida começava a ter cor, nada com o brilho dos olhos de antes, mas um tom pastel, que me dava vontade de voltar a sorrir. Quando, naquela sala de ultrassom no dia 15 de Julho de 2016, nosso bebê aparece na tela, por poucos segundos, até descobrirmos que o coração tinha parado de bater, assim como o meu naquele momento.
Antes que os olhos marejem eu penso que a vida, Deus, o universo, tem me dado oportunidades únicas de resignificar tudo, ou quase tudo, na minha vida. Sabe aquele conceito de dor que é ruim e que ninguém quer sentir? Não precisa ser dessa forma, eu floresci nas dores, me descobri forte e vivenciei a vida real, o mundo que existe fora do conto de fadas de quem prepara um casamento.   É sim! Juro! As dores nos tornam mais amáveis com quem passa por problemas que não imaginamos. Nos torna mais sensíveis e mais fortes, a ponto de não sabermos onde toda essa coragem e força estava guardada.

"Que na esquina de todas as dores, o amor seja o aconchego, o colo de que se necessita.."
Autor Desconhecido

Ah a Dor. Ah o amor! 💔💕
Esse post é sim sobre dores e amores dentro de um pequeno universo!