segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O definitivo da decoração!

O definitivo da decoração encheu meus olhos desde o primeiro encontro. Tudo com tamanha elegância e simplicidade que dava gosto de ver as imagens. Além das flores é possível escolher os vasos, cor do tapete, mobiliário, bolo fake e toalhas. Céus!

Foi, também, no primeiro encontro com esse decorador que outros detalhes foram se resolvendo. Como a escolha da paleta de cores, que estava ainda em aberto e gerando um tanto quanto de ansiedade em mim. E a escolha? Foi simples. Foi a partir de um pedaço de fita, numa cor linda, nas tolhas lindas da mesma cor disponíveis. Tudo se encaixou!  
Paleta de cores escolhida!

Os vasos, muito provavelmente, serão de vidro. Para deixar o ambiente clean, principalmente na igreja. O estilo do vaso, ainda nada muito fechado, ainda mais porque não vimos TODAS as opções que podemos escolher.
Imagem do Google
As flores também é outro detalhe que está decidido. Mas, como existe a possibilidade de mudar de opinião, ainda prefiro não falar!  Só sei que serão mescladas flores da época, nas cores, por nós escolhida: branco e folhagens verdes.

Imagem do Google
O mobiliário é outro item, se não o que não pensamos quase nada, que ainda falta resolução. Penso em tons que não deixem o ambiente muito “sem sal e sem açúcar”. O local da festa tem muitos vidros. É claro por demais. É clean. Se for colocado muito elemento clean, vai se perder, não terá presença. Por isso a idéia tem sido, no mobiliário, tons fortes. Madeira escura. Mas, como ainda não chegamos nas vias de fato, ainda tem possibilidade de mudanças. Sei, apenas, que quero uma mesa grande de bolo. Grande mesmo!
 
O buque? Bem, esse é o x do contexto noivo. Já troquei de cores, que eu lembre, umas 4x e o queridinho da vez tem sido o amarelo. Mas não to me atendo muito a esse fato, já que foram 4 mudanças e para haver mais 4 é bem fácil, alias, fácil demais! As flores que não saem da minha cabeça, desde sempre, são as callas!

O noivo não usará corsage, porque corsage é feito com mini orquídea e por ser  verão, de dia, corre-se o risco de não durar até a cerimônia de fato, visto que o noivo, se bem o conheço, vai abraçar Deus e tomo mundo. Então a opção é pela lapela, provavelmente o cravo em cor a escolher.  
Os pontos bonitinhos da história? Tem um bolo fake com um laço Chanel, daqueles que quero fazer no porta guardanapos. Tem, também, de presente, um Santo Antônio thucquinho para jogar. Uma graça e tão graça que eu queria ele é pra mim!
No mais a única certeza de que tudo ficará lindo. Lindo mesmo! E disso, dessa vez, eu não tenho dúvida nenhuma.

Nenhum comentário: