segunda-feira, 21 de março de 2011

O meu começo

Eu sempre gostei de escrever, isso não é novidade. Quando adolescente tive diário, agenda, alias, quem não teve, não é mesmo? Mas escrever sempre foi mais que isso, não não sou jornalista, mas escrever é uma forma de guardar mesmo o dia a dia do passado, por isso gosto de mandar emails, sms, anotar na agenda de compromissos, como forma de relembrar os dias que se passaram.

A vontade de escrever tem aumentado desde que comecei a ter um caderno para escrever as idéias que tenho pro meu casamento. Eram tantas que foram parar todas em um caderninho, pequeno, que levo onde quero. neles tem idéias, cartões de fornecedores, telefones, e mais um monte de informações para quando eu precisar. Tenho curtido cada página desse caderno. Cada linha. Curto abrir nas idéias e ficar olhando e pensando em novas. Um dia elas se tornaram realidade. Eu creio!

A vontade de escrever só aumenta quando começo a analisar minha rotina, minha vida profissional. Meus dilemas modernos: quero casar, quero ter filhos, quero trabalhar muito, quero ter sucesso e, principalmente, não quero abrir mão de nada para ter tudo. Que coisa, não? E escrever foi o meio de organizar as idéias. Álias, escrever organiza as idéias, os sentimentos e principalmente a rotina. Fato! Fazer tabela com tudo que faz no dia a dia é uma forma de visualizar o seu dia, atribuições e tempo destinado para cada atividade. #ficadica de Terapeuta ocupacional.

Que a vontade de escrever cresça. Que os preparativos para o casamento corram e que os dilemas se resolvam. Assim eu espero! =)

Nenhum comentário: