terça-feira, 22 de março de 2011

Primeiro Contrato

O casamento é um momento lindo. Isso é fácil de ler em qualquer lugar e ouvir muitos relatos. Inclusive, não pelo momento lindo, mas um dos sonhos meus é casar. Sempre me imaginei entrando na igreja de noiva, aquele verdadeiro sonho de menina.

Hoje estou prestes a realizá-lo. Alias prestes, prestes, também não. Começo a trilhar o caminho da preparação para o casamento. E o primeiro contrato que fechei não podia ser diferente: cerimonial.

Não fiquei procurando exatamente porque eu sabia quem eu queria. Sabia dos serviços prestados e não tinha dúvidas que queria essa cerimonial. Essa, até agora, foi uma das poucas certezas, juntamente com a escolha da data e da igreja, que tive nesse trilhar. Ainda tenho dúvidas sobre a decoração, sobre se vai ter festa ou não, lua de mel, padrinhos, vestido e muuuitos outros detalhes. Mas, o importante é que o primeiro contrato de cerimonial está fechado! E eu estou feliz com isso!

Mas, como nem tudo são folhes na vida de uma noiva.... a mãe da noiva estressa com o noivo, o noivo com a mãe da noiva e a noiva com os dois. Que coisa! Como pode um momento tão lindo ser algo tão “enlouquecedor”? Não enlouquecedor no sentido literal da palavra, mas nos sentimentos que se confundem. Nas vontades que se mesclam. Nas dúvidas e certezas que ás vezes variam.

Eu quero que sejam os melhores momentos até chegar o grande dia, mas começo a ver que a vida real é bem diferente daquela que via nos contos de fadas quando era pequena. A vida real é assim, intensa, incerta, instável.

E eu vou tentando me acostumar com tanta “in” na vida e com essa nova possibilidade, de casar!

Nenhum comentário: