quinta-feira, 7 de abril de 2011

Fim do mundo?

Hoje, por volta das 12hs, sai de uma das minhas jornadas profissionais. Encontro com a minha mãe, com a seguinte pergunta:

- Vocês tem televisão ai?
- Não, mãe. Porque?
- Nossa, uma rapaz entrou em uma escola e matou um monte de crianças, por volta dos 12 anos.
- Onde? Estados Unidos?
- Não! No Rio de Janeiro, Realengo!
(???????)

Brasil. Rio de Janeiro.
A história, com requintes de crueldade, aconteceu aqui. Aconteceu no Brasil!
E o que faltou a esse rapaz? Deus? Amor? Afeto? Educação? Proximidade com a família?
Será doença? Será dogma? Será história de vida?

E os pais e famílias desses pequenos? Como ficam?
E, a pergunta que não sai da minha cabeça: Como criar filhos nos dias de hoje? Tudo é fácil com acesso a internet. Os mecanismos de busca te ligam ao mundo, te ajudam a comprar tudo: de roupas, brinquedos, bebidas, passeios até drogas.

O que será da próxima juventude? O que serão dos meus filhos? O que será do mundo?
Ou seria o fim do mundo?

Nenhum comentário: