terça-feira, 16 de agosto de 2011

A melhor Terapia!

Sou Terapeuta Ocupacional e já citei isso em algum momento. Sou por amor, paixão ardente. Amo ser TO, amo pensar o ser humano como um ser ocupacional.  Preparo atividades, fico lendo muito sobre a profissão e reflito diariamente sobre o impacto da doença no desempenho satisfatório das ocupações de cada indivíduo.

Atendo uma linda e simpática criança. Uma menina que teve Paralisia Cerebral e por isso processamento cerebral dela é diferente do nosso e meu papel como TO é ser a catalisadora das vontades dela, é auxiliar para que ela se torne, cada dia mais, independente, é favorecer o lúdico, enfim, meu papel é grandioso.

Hoje foi dia de atendê-la. Como faço semanalmente, 2x por semana. Mas, o atendimento de hoje foi a melhor terapia que já consegui fazer com ela.

Pensei em fazer um bolo fictício, mas que ela entendesse que é um bolo, era preciso que os ingredientes fossem os mesmos do bolo de verdade. Mas, também, como atendo em uma clínica, assar o bolo não daria, então não daria para juntar todos os ingredientes e perdê-los. Ok, leve farinha de trigo, peguei água e umas frutas de plástico, daquelas que se colocadas no congelador viram gelo. Mas, combinei com a mãe dela que em casa vão fazer o bolo de verdade!

Comecei a terapia com estimulação sensorial, tátil, apenas no trigo. Depois acrescentei água, frutas e quanto vi já tinha feito aquela lambança com a massa, usando as mãos. Não contente, coloquei o pé dela na mistura e ai sim foi massa pela sala inteira.

Eu ouvi minha paciente gritando, rindo, tagarelando. Perguntei diversas vezes se ela estava gostando e da sua maneira ela dizia que sim. 

Ao fim do atendimento, ela estava suja, eu estava zuada e a fisio foi a menos ilesa e ficou com poucas marcas.

Terminamos no banheiro da clinica, dando banho nela. Ela gritando e ainda conversando muito. Eu feliz da vida e com a certeza de que foi a melhor terapia.

3 comentários:

Nanda disse...

Oi Camila, fico lisongeada em poder ajudar a uma pessoa, se eu puder ajudar várias então nem se fala! Acho que na vida podemos encarar qualquer coisa de forma positiva ou negativa...quem manda é nossa cabeça. Se eu quisesse pensar que SOU doente, talvez me sentisse assim...Mas não, prefiro pensar que ESTOU doente...é só uma fase. Vai passar, como tudo na nossa vida... tudo! E essa frase " VAI PASSAR!" me apoia muito!
Obrigada por essa confiança em querer divulgar meu blog. Fique a vontade!
vamos lá! todos temos nossas missões a cumprir nessa vida...bora fazer nossa parte!
Beijocas

Emanuelle disse...

Camila
que relato lindo! Seu trabalho deve ser muito gratificante! Que Deus te abençoe nessa jornada!

bjinhus

Musa Magalhães disse...

Parabéns para você, que faz o trabalho com tanto amor e ajuda as pessoas. :)

Beijos!