segunda-feira, 16 de abril de 2012

Ansiedades de uma noiva

Quando fechei o contrato com a cerimonial, em seguida recebi uma planilha com vários (vários mesmo) itens para guiar os noivos nos fechamentos dos contratos. Uma planilha controle de contratos fechados! Super válida.
Essa planilha é meu maior sonho e pior pesadelo, dependendo do dia e da circunstância. Eu consigo olhar pra ela e sorrir de alegria ou, e às vezes ao mesmo tempo, pegar a calculadora e me descabelar fazendo contas e cálculos.
Confesso que nos últimos tempos não tenho atualizado a planilha sempre e devido a uma sobrecarga de trabalho meu perfil tem sido da noiva ansiosa e estressadinha. Confesso muitas vezes!!! Vamos combinar que trabalhar mais de 12 horas seguidas e diárias e ainda ser noiva é motivo pra caramba e com direito de ficar assim! Fala sério!
E hoje, assim despretensiosamente, vendo uns sites de casamento que tenho salvos nos favoritos me deparo com um artigo abordando exatamente essa situação de ansiedade e dando algumas dicas para minimizar. Poxa, super recomendo e aproveito para reproduzir alguns trechos que mais couberam na minha realidade:
1) Organize
A falta de controle sobre os preparativos (mal que, em pelo menos alguma fase do casamento, atinge dez em cada dez noivas) é a mãe da ansiedade.
[...]  De tempos em tempos, faça uma lista de status geral. Veja o que está encaminhado, liste o que falta resolver e atualize o que andou. Saber em que pé estão as coisas ajuda a dar sensação de controle!
2) Simplifique
No começo, é normal a gente querer personalizar tudo, cuidar de cada mínimo detalhe. A gente quer saber da barra do vestido da madrinha, da cor do banco de madeira da igreja, do aromatizador de ambiente do banheiro do buffet.
Na real, quanto mais detalhes, mais trabalho! Simplificar economiza dinheiro e rugas . De repente, vale aceitar a sugestão da sua decoradora em vez de escolher cada flor de cada arranjo, sabe?
4) Cuide do relacionamento
O seu relacionamento com o noivo é a coisa mais importante do casamento. Afinal, toda essa festa é para comemorar a união de vocês, lembra? Quando perceber que vocês estão brigando por coisas bobas, tipo o recheio do bolo, lembre disso! Ouvi uma vez uma dica interessante quando estava noiva: instituir, de vez em quando, uma noite em que é proibido falar de casamento. Vão ao cinema, a um restaurante; não vale tocar no assunto, só vale curtir e namorar!

Eu costumo dizer ao noivo, com ar de graça, “amor, vamos casar se sobrevivermos aos preparativos!”. Céus é muito amor, mas é muito estresse. É muito amor, mas são muitos detalhes.
Depois de ler esse artigo, corri pra minha planilha e fui lá atualizá-la. Me senti bem melhor depois disso. Também resolvi que vou começar a instituir um dia para não falar de casamento e muito menos de trabalho e só curtir um momento. Aliás, curtir. Palavra esta que não sai da minha cabeça e permeará a lua de mel! [suspiros]. Pernas pro ar, por 1 semana. Descanso. Pernas pro ar. Comer bem. Pernas pro ar. Curtir, curtir, curtir.
Quer ler o artigo na integra?

Nenhum comentário: