sexta-feira, 13 de abril de 2012

Lugares Marcados: eis a questão!


Quem vai casar sabe da ânsia de pensar nos detalhes que as (pobres) noivas sofrem. E sem maiores problemas, afinal é um dia único, impar e eu bem que quero tudo bem muito lindo e do jeito que eu sonho, nos meus sonhos.

Assim que em uma das andanças pela net me deparo com um post sobre lugares reservados na festa. Pois bem, achei até a ideia interessante, afinal tem familiares que não se dão, tem famílias separadas e tem muitos pontos que envolvem qualquer e normal família. Certo? Comecei a me interessar mais pelo assunto depois que fui a um casamento, de uma prima, e ficamos (mega) perdidos de onde sentar. Meus tios se organizaram, sentaram e tchau pra quem não entrou junto no salão. Terminamos na mesa dos meus avós e tios-avós. Nada contra e felizmente os idosos da family tinham local reservado.
Imagem do google

No meu casamento não gostaria desse tipo de situação. Os convidados não se sentem bem. E a estratégia de mapa de mesa seria ideal para isso não acontecer.
Passo seguinte foi conversar com a Cerimonial, que quando comecei a falar me disse: “já fico suando frio só de pensar nessa situação!” E os porquês são cabíveis. Veja só:
- horário de início da recepção: 12hs. Isso significa que todo mundo estará, impreterivelmente, com fome. Óbvio! Isso também quer dizer que estará um sol a pino, calorzão (Santa Clara a de me ajudar nesse quesito) e ficar esperando em fila para entrar é do peru!
- gera fila pra entrar afinal o cerimonial tem que acompanhar as pessoas até a mesa e com isso gera fila e o pessoal ficará no sol a pino, que sem a situação de cima.
- perde-se tempo da festa. Sim! Enquanto todos os convidados não estiverem acomodados, os noivos não entram. Não começa-se a festa de fato e as 05 horas de festa caem para, talvez, 04.
- conflitos internos não conhecidos. Se tiver acontecido algum problema que nós noivos não sabemos, ou na semana do casamento, dançou-se, pois tem problemas a vista. Ninguém irá ficar na mesa com quem tá de cara feia. Certo?
Ou seja, antes de optar pela demarcação de lugar é importante considerar as variáveis: horário do casamento, estilo da festa, hábitos culturais das famílias, tempo de duração da recepção e por ai vai!
Boa argumentação da minha cerimonial que me levou a outras reflexões: a festa pode perder a espontaneidade, afinal cada um senta onde quer e com quem quer. Esse detalhe acaba ganhando mais destaque do que aquilo que é realmente importante.
E quer saber eu ainda não fechei 100% minha escolha. Mas ao que tudo indica, mesa reservada só para noivos e pais. Também não vou reservar pros padrinhos, pelo mesmo motivo acima.
Agora, não me venha arrastar mesas e estragar com a decoração para ficar perto de quem gosta. Porque ai não vale!

Nenhum comentário: