sábado, 7 de abril de 2012

A Páscoa dos sentimentos

E de boa família religiosa que sou, ontem foi dia de dedicar as orações, jejum, abstinência. E eis que lá, no meio da celebração, com um calor de mil graus, apenas eu e meus pais que começo a pensar: “poxa, essa é a última páscoa que acompanho meus pais nas celebrações. Ano que vem irei com o noivo (que será marido!), óbvio!”.
Não que isso seja ruim, jamais. Mas.... sabe quando bateu aquele apertinho coração do tipo: “céus, não tem volta. Tudo será diferente!”. Sim, porque eu posso vir e ir com eles, mas será diferente. Serei parte de outra família, também. E confesso, foi um misto de sentimentos!
Fiquei feliz. Fiquei com medo. Fiquei assim com a última Páscoa na minha casa. Na casa dos meus pais.


E então... é Páscoa!
Feliz Páscoa.

Nenhum comentário: